Cute Pink Kaoani

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Fui por onde quase ninguém foi!



E então eu decidi não ir por onde quase todo mundo foi. Sempre fui do contra, e isso foi sorte minha. Não fui pelos caminhos mais fáceis, nem busquei as soluções mais simples. Nada foi resolvido por mim com jeitinho brasileiro, estrangeiro ou nacionalidade alguma. Foi tudo do meu jeito, meio sem jeito, muitas vezes bem complicado. Do jeito, da forma que me ensinaram.  Aprendi muito de tudo, que nada nem ninguém no mundo poderia ter me dado como lição. Aprendi com o escutar da sabedoria que vem do coração, que não pode ser humana. Não! Não é. Essa lição, sabedoria, ciência vem de Deus e está guardada e autenticada na alma. Basta calar para entender, escutar bem a aula.  Aprendi a gostar das coisas simples, da vida sem complicações. Mas descobri que isso nada tinha haver com simplificar as coisas com malandragens, jeitinhos ou tomando posse de coisas e direitos que não são meus. Simplifiquei tudo que complicava a minha cabeça entre o que era fácil e não me levava ao caminho reto, e o que era bem difícil, mas lavava a alma e me punha segura na direção da conquista de um coração tranquilo e um descanso justo.  Aprendi que vale muito a pena ser menos, ser nada até. Para ser mais para o quê e para quem mais importa. Ser mais para Deus vale muito mais que ser grandiosa em sabedoria para o mundo, cheia de riquezas e de tudo o que o dinheiro pode comprar. Porque a herança dele é que vai valer para tudo que há de eterno em mim, minha alma, meu coração e a marca que quero deixar nessa terra quando por ela não mais caminhar. Resolvi calar para o que queria responder, ouvir o que não queria sem guardar isso em meu coração, como mágoa e rancor, tropeçar e até cair se fosse necessário para não derrubar ninguém.  Caminhar pela vida ciente do meu aprendizado, sabendo que não vim aqui para receber, e sim para conquistar, que em meio a essas conquistas no meu caminho, quero poder conquistar muitos, muitos corações, não para mim, nem para meu orgulho humano, mas para quem me deu a grande dádiva de ser e de ter dons. Meu Deus, meu amigo Jesus, o grande conquistador da minha alma.


Lia Joca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário e seja sempre muito bem vindo á postar aqui suas sugestões para postagens e opinião sobre o que pode ser interessante de ser encontrado aqui.

Abraço

Lia Joca