Cute Pink Kaoani

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Só quis dizer...




Não dá para explicar o quanto nos sentimos fracos e sem direção quando continuamente incorremos no mesmo erro ou descontrole. O fato é que todo mundo cedo ou tarde descobre sua criptonita. De verdade nem sei bem ao certo qual é a minha ou se são muitas. E assim vou levando, uma hora descubro qual é essa fraqueza ou se ela é algo que reflete em do meu interior por experiências que já passei. A gente passa tanto tempo na vida caindo e levantando que quando há alguma possibilidade de permanecer de pé por um bom tempo você não quer de jeito algum deixar passar. Ser feliz! Felicidade por muitas vezes me foi algo tão longe, até pensei que nem existia. Não pra mim, que por vezes acabo em nem acreditar no que vivo ou temer que me escorra pelos dedos. Eu sei! Não dá mesmo pra ter controle sobre isso. Só á Deus pertence esse segredo de como permanecer feliz. O máximo que posso ter controle é de como me sinto por dentro e ás vezes até isso se torna bem complicado. Já vi alguém dizer que hoje há poucas coisas que valem a pena, pouca gente que pode ser merecedora do que sentimos e há poucos motivos no mundo para que nós persistamos e continuemos a lutar por essa tal felicidade, paz de espírito. Mas pra continuar vivendo é preciso não depender de nada além do que há dentro de nós. Acho uma lição bem complicada, mas estou tentando. O equilíbrio tem que vir de dentro, mas nem sempre estamos certos do que há lá, em toda aquela misturada que ás vezes parece mais vazio. Já ouvi conselhos como: “Finja que não vê o que lhe faz mal, não escute o que lhe magoa e de jeito algum fale quando optou por vê e ouvir” O problema é que em geral ouço muito e vejo demasiadamente além do que muita gente pode ver. O grande drama da minha vida é saber muito pouco ou nada sobre mim mesma e muito mais que gostaria á respeito de afetos e desafetos. Sei também que algumas vezes posso me deixar enganar pelo o que retratam as situações do cotidiano, mas não sobre determinadas pessoas. Não digo que conheço de gente. Afinal, este claro aqui que pouco conheço sobre mim mesma. Mas conheço bem de olhos. Olhares não me enganam nunca. Sei exatamente quem é capaz de que através dos olhos. Dom? Não sei! Certo mesmo é que se deixo por vezes ser confundida é por mim mesma não pelos outros, poucas vezes cai nessa esparrela sem meu consentimento. E por essa razão é que digo que só se pode confiar no que se vê nos olhos. Atitudes, palavras são formas de mascarar sentimentos. E você pode viver anos e uma vida inteira com uma pessoa do seu lado, mas não saber do que é capaz se não fixar em seus propósitos que saltam aos olhos. Qualquer que seja o propósito que tenha uma pessoa á chegar até a mim não é por medo que a recuso e sim por saber de que material são feitas e do são capazes para aniquilar a paz de espírito alheia. Isso é só mais um desabafo de quem cansou de tudo e todos que não são verdadeiros, de tudo que se esconde no meio de entrelinhas enganosas. De gente que tem o dedo podre e a presença destruidora. E de gente também que não se convence que o mal começa antes mesmo que o pensamento chegue até nós. E não adianta o tal equilíbrio vir de dentro, não adianta dizer para não vê, não ouvir e calar. É pior se deixar vencer pelo mal fingindo ser ignorante sobre causa que sou doutora. Se falo é pra que me escute, se mostro é pra que não diga que por mim tapou os olhos. Se escuto é tentando proteger a mim e a você das ciladas do mundo. Mas é só isso, era só isso que eu tinha para dizer esse tempo todo que passei falando. Uma coisa sei de mim. Posso perder para Deus, só para ele o que ele mesmo me deu de caro nessa vida. Mas para o mundo não perco enquanto no meu coração ele mesmo não dizer que já basta de viver tentando.

Lia Joca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário e seja sempre muito bem vindo á postar aqui suas sugestões para postagens e opinião sobre o que pode ser interessante de ser encontrado aqui.

Abraço

Lia Joca