Cute Pink Kaoani

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

É o fim do mundo!



E lá se vai mais um ano. Os anos realmente estão passando aos galopes. Anuncio do fim do mundo? Será? Gozações á parte tem muita gente angustiada, preocupada e há quem já esteja se preparando se não para o holocausto, organizando festas e confraternizações para o fatídico dia. O mundo vai acabar mesmo, ou está se acabando aos pouquinhos faz tempo? Seguramente muitos de nós responderíamos que já veem anúncios de fim da humanidade há muitos anos. Tempos atrás os nossos pais já passavam horas a filosofar sobre essas questões e suas teorias, profecias. Certo mesmo é que já em outras décadas a humanidade recebia alerta do mundo sobre uma possível ordem de despejo. Pois é! Calamidades, infinidades de acontecimentos terríveis, catástrofes naturais e a banalidade humana pela vida. No meu ponto de vista, sendo esta última o maior dos avisos sobre algo estar errado. Humanos deixam de ser humanos e viram monstros em suas atitudes. De verdade eu não acredito muito em um terrível dia de juízo final. Porém vejo o mundo, aliás, as pessoas se acabarem todos os dias em suas atitudes. São de todos os tipos, famílias e raízes. Pessoas que se renderam barato aos apelos do mundo, por todas as coisas que destrói, cada dia aos pouquinhos, a humanidade.  Não existe ser humano dentro de um ser que acha normal a falta de moralidade, banaliza a violência, vive pregando fé quando sobrevive de egoísmo, desamor e inverdades sobre si mesmo. Os grandes males que destroem o mundo. Digo: A humanidade, estão inseridos dentro de todos nós. Começamos a acabar a nossa humanidade assim que somos capazes de entender o mundo ou compreende-lo muito mal. Isso é escolha, geralmente acusamos, colocamos a culpa no próprio mundo e nas condições para se sobreviver a essa guerra universal não declarada que é a vida. Mas á verdade é que quase sempre nos deixamos levar pelo que é mais fácil; comum ou não vai causar a nós grandes criticas de terceiros. Quem não já foi execrado por colegas, vitima de zombaria ou do tal do bullying que tanto difundem por ai, só por tentar ser bom, justo ou mesmo não querer tirar proveito de ocasiões que todo mundo daria um jeito de dar-se bem? Pois é! Não dá fama, não faz sucesso quem não quer subir degraus pisando nos outros. Nesse mundo quase acabando faz tempo que tentar ser diferente, tentar ser humano e não topar com a maldade, e a falta de moralidade pode até lhe causar grandes prejuízos. Por isso tem gente, muita mesmo, sem nada fazer, nadinha para mudar o seu meio. Muita gente que opta pelo mais fácil, ser normal, ser igual á toda essa gente que se quer faz falta a esse mundo.  As nossas crianças de cedo aprendem isso. Ao invés de nossas lições em casa, família e lar, tomam todos os dias altas doses de aprendizado do mundo, nas suas escolas, nos meios sociais, na TV e todos os outros meios que nós mesmos os apresentamos como viáveis e seguros. O fato é que ninguém está á salvo, ninguém vai realmente sobreviver a esse fim de tudo.  Nem mesmo os mais inocentes, ninguém vai está de verdade vivo, humano até que, se é que vai acontecer, acabe mesmo esse mundo.



Lia Joca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário e seja sempre muito bem vindo á postar aqui suas sugestões para postagens e opinião sobre o que pode ser interessante de ser encontrado aqui.

Abraço

Lia Joca