Cute Pink Kaoani

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Um dia depois do outro...



Sempre há um momento na vida em que a própria vida nós mostra que temos que repensar algumas coisas, rever decisões, trilhar um novo caminho, esquecer outras trilhas ou tão somente viver o presente estando presente em verdade.
Passamos freneticamente os dias, esquecendo-se de viver, de ver a vida passar, de ver o sol dar bom dia, a noite chegar à calmaria de uma beira de praia porque simplesmente não temos tempo para isso, não podemos perder tempo, não temos nenhum tempo na nossa própria vida para vê-la passar.
Não falo aqui de abandonar o que vivemos até agora, não falo de preguiça, dia de folga ou sonhos de ganhar na loteria e transformar a vida. Falo em tirarmos proveito da nossa própria história, em esquecermos por um momento a bagunça da casa, o patrão abusado, o cliente chato, o casamento que não é perfeito, a mãe que pega no pé e até as pequenas bobagens que nós apegamos.
É! Exatamente o que você está pensando nesse momento. Não vale á pena, você não vai perder mais tempo da sua própria vida que é única com isso.
Um dia após o outro é o que falta a todos nós. Viver um dia de cada vez. Tente por hoje não levar aquele problema do trabalho para cama deitando sobre ele como um travesseiro deixe-o lá atrás da mesa que ocupa diariamente e saia dali sem tanto peso nas costas, esqueça por um só dia aquele desafeto, deixe de carrega-lo em seus ombros, se não o esquece vai passar a vida o dando carona. Isso causa aquelas dores de coluna que certamente você nem sabia de onde vinha. Deixe por menos as grosserias do marido, amigo ou colega de trabalho, só por um dia não se magoe nem tope a briga, lembre-se que o dia é seu e não vale á pena gastar nenhum precioso momento de sua vida com mal estar, você já tem problemas o suficiente.
Deixe cada problema em seu lugar, não leve o de casa para o trabalho, seus companheiros, clientes e subordinados não precisam também de mais um problema. Da mesma forma não traga os seus desacertos profissionais para seu lar, Seu companheiro (a), filhos, pais. Tampouco seus familiares merecem recebe-lo não menos que inteiro para sentar-se á mesa ou simplesmente desfrutar alguns momentos em harmonia com a família.
Esta não é uma lição de qualidade de vida, nem mesmo eu faço isso todos os dias, mas como falei ao começar, há dias em que repensamos algumas coisas. Há dias em que não é fácil olhar para trás e enxergar alguém que nem mesmo nós reconhecemos em nós mesmos hoje de tão ranzinza, descrente, descontente e até mesmo infeliz, diante de uma vida que faz muito tempo que deixou de ser nossa e passou a ser desse individuo desconhecido, zumbi que se absorve todos os dias e me faz esquecer que a vida é uma só e que cada dia que se passa aqui é um que perdemos a nosso favor se não for vivido em prol da minha própria história, minha própria vida, minha felicidade, meus olhares e meus momentos só meus. Como dizem por ai; “O que se leva da vida é a vida que se leva.” Um dia depois do outro a cada minuto. Guarde cada sorriso, cada lua cheia linda vista da sacada, cada gargalhada vinda do nada, cada tarde finzinho de quarta, mesa cheia de amigos, família fazendo zuada, filhos jogando pelada, namorado dando cantada barata, fugida para balada, cochilo em sala de aula, amigo contando piada e todo momento que te faça ver a vida com graça.
Lia Joca
15|09|2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário e seja sempre muito bem vindo á postar aqui suas sugestões para postagens e opinião sobre o que pode ser interessante de ser encontrado aqui.

Abraço

Lia Joca