Cute Pink Kaoani

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Valores sem valor...



O grande problema de muitas relações pode ser sim a tal compatibilidade de gênio, mas na verdade eu acredito que deve ser a falta de compatibilidade nos valores.
O mundo está cheio de gente escravo dele. Dos modismos, da falta de opinião própria e da falta de vontade de ser quem realmente é. Ninguém nasce perfeito. Fato! Mas o que é perfeição se não a opinião que se tem á respeito de alguém ao qual você só vê por fora e logo taxa. E o mundo ta assim mesmo, ninguém vê mais que bundas, pernas, peitos e rostos perfeitos, ninguém está disposto a mostrar-se do jeito que é. Muito menos aceitar as imperfeições alheias.
Olhando bem á fundo essa questão. Os valores da sociedade atual estão baseados em modismos. O garoto que usa óculos na escola sempre foi discriminado, mas hoje ele é banido do grupo, pois não pode se enquadrar na moda da galera. A menina gordinha da faculdade não pode usar roupas curtas porque o que mostra não favorece ao gosto dos garotões de plantão.
São raros os relacionamentos hoje que nasce de um fitar de olhos. Porque olhar para os olhos se ta na moda olhar para uma comissão de frente turbinada em uma intervenção cirúrgica?
O mundo está cheio de mulheres e mulheres, muitas delas ainda não sabem nada sobre seu verdadeiro valor, julga seu corpo como sendo o principal atrativo e escraviza-se por esse motivo, ajeita Dalí, retoca daqui e no final nasce uma nova mulher, só que essas mulheres nascidas em mesas de cirurgia têm prazo de validade e pouco respeito por si. Amor próprio então? Nem se fala...
Daí vem o porquê da compatibilidade de valores. Na verdade nunca foi o homem o pivô desse culto ao corpo. A Maioria das mulheres que tem menos á fazer seduzidas pela mídia televisionada disseminou o culto ao corpo, sem saber que a partir dali escravizavam toda uma geração, A geração da moda. A geração da cabeça vazia e do pouco valor pelo ser humano.
As relações baseadas nesses novos (velhos) valores são sempre á curto prazo e com pouca consistência. Nada deixam de lembranças e as que deixam muitas vezes nem queremos recordar. Os valores humanos nunca tiveram tão pouco valor em meio a esse turbilhão de valores sem valor.
Em meio á isso muito corpo sarado e cabeça vazia, Não vivem! Desfilam em uma passarela imaginária. E as relações simplificam-se em noites de prazer e pouca cultura. Não há se quer o que falar em certas mesas que sentamos. Muitas vezes por medo das asneiras que possamos escutar.
Em verdade uma noite sem assunto até podemos agüentar. Mas e uma vida inteira de falta de assunto? De verdade ninguém suportaria. Daí, enquanto todos vão ficando mais belos e menos interessados pelos desvalorizados valores antigos, vão ficando mais burros e mais sozinhos.
Vivas ao MSN, Orkut e tantos outros sites de relacionamento. Em meio á essas redes ainda podem ser encontrados muitos fora de moda de valores antigos e assim ainda podemos acreditar que ainda possa haver relações baseadas em valores humanos, duradouras e inteligentes.
Isso pode parecer papo de mulher feia. Mas, Bom posso ser. Porque não? Dependendo da visão do ilustre sobre perfeição a me ver. Mas o fato é que dependendo também de quem e que valor preserva o mesmo leitor. Vai entender ou não do que falo e saber que para se viver ao lado de alguém por muito tempo ou uma vida inteira, Antes mesmo de vê-la por fora linda (o) é necessário que o veja por dentro, porque é o que há de mais duradouro e no caso de hoje á era do botox e silicone mais real também.
Lia Joca
19/08/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário e seja sempre muito bem vindo á postar aqui suas sugestões para postagens e opinião sobre o que pode ser interessante de ser encontrado aqui.

Abraço

Lia Joca